Artigo: Conexão humana, crucial para o trabalho híbrido

PULAR PARA O CONTEÚDO PRINCIPAL
Pangea temporary hotfixes here
Duas pessoas em uma reunião por vídeo híbrida

O trabalho híbrido representa uma grande mudança para as organizações e para os funcionários. E o trabalho híbrido veio para ficar. Daqui a alguns anos, lembraremos desse período como uma mudança radical na forma como vemos o trabalho. Sua empresa tem uma estratégia clara para se adaptar e ter sucesso em um mundo híbrido?

 

Funcionário remoto em uma reunião por vídeo

De acordo com o autor de best-sellers e consultor de negócios Keith Ferrazzi, as empresas líderes em trabalho “investem no modelo remoto, inovando radicalmente em termos de como o trabalho é feito”. Infelizmente, diz ele, as empresas típicas da Fortune 1000 mal começaram a trilhar esse caminho.

Não será fácil. Para ter sucesso, as empresas precisarão repensar como os funcionários trabalham, colaboram e contribuem. 

Neste artigo, começamos explorando o conceito de trabalho híbrido. Somente ao compreender como o trabalho híbrido difere muito do modelo presencial tradicional podemos prever como o trabalho evoluirá. Vemos como o trabalho híbrido afeta os negócios, os funcionários e suas experiências. Por fim, analisamos maneiras em que as organizações podem repensar os espaços de trabalho no escritório e em casa para que eles se adequem melhor à realidade e às necessidades do trabalho híbrido.

O que torna o trabalho híbrido tão diferente?

Em 2021, o empresário e capitalista de risco Marc Andreessen descreveu a transição para o trabalho híbrido como “uma mudança civilizacional permanente”. Ele chama isso de “provavelmente a coisa mais importante que aconteceu na minha vida; uma consequência da Internet que talvez seja ainda mais importante do que a própria Internet”.“A lenda da tecnologia Marc Andreessen diz que a expansão do trabalho remoto pode ser mais importante do que a própria Internet: ‘Uma mudança civilizacional permanente.’” Business Insider, junho de 2021.

Talvez seja porque, em geral, a sociedade e o trabalho agora estão dissociando a localização física das oportunidades econômicas. As pessoas estão seguindo seus sonhos, mudando de emprego, indo para novas cidades e explorando estilos de vida mais nômades que permitem trabalhar e viver de uma maneira muito mais independente. “The Great Resignation Stems from a Great Exploration”. Harvard Business Review, junho de 2022. Esta é a primeira vez na história em que o trabalho de um escritório moderno pode ser feito de qualquer lugar, não importa onde os funcionários morem.

Então, o que as organizações podem fazer para reter seus melhores funcionários nesta nova era de flexibilidade?

Para os funcionários, um grande anseio por um trabalho melhor e uma conexão mais profunda

A “Grande Renúncia” foi um abrir de olhos para os funcionários, além de ser um desafio permanente e um alerta para as empresas.

Durante a pandemia de covid-19, muitas pessoas começaram a reavaliar suas prioridades pessoais e profissionais. Elas deixaram empregos, fazendo perguntas como: Por que faço o que faço? No que me saio bem? Como posso prosperar?Ibid. Harvard Business Review.

Os funcionários que descobriram seu propósito têm 49% mais probabilidade de relatar suas motivações, 33% mais chance de expressar maior satisfação no trabalho e 25% mais propensão de ir além, de acordo com uma pesquisa da Escola de Economia de Londres encomendada pela Unilever.Ibid. Harvard Business Review.

Os funcionários de hoje querem mais do que apenas um salário. Eles querem flexibilidade e a capacidade de trabalhar quando e onde quiserem, desde que o trabalho seja feito. O modelo híbrido permite trabalhar na varanda de casa, chegar na hora para o jogo de futebol dos filhos ou se mudar para uma cidade pequena em outra parte do país. Webcams acessíveis e de alta qualidade e acesso de Wi-Fi rápido e universal tornam essa flexibilidade possível.

Mais da metade dos funcionários dizem que estão dispostos a aceitar um corte salarial se isso significa flexibilidade para trabalhar em qualquer lugar, de acordo com uma pesquisa do ADP Research Institute. Cerca de 64% considerariam procurar um novo emprego se fosse necessário voltar ao escritório em tempo integral. “ADP Research Institute® Reveals Pandemic-Sparked Shift in Workers’ Priorities and Expectations in New Global Study”. ADP, abril de 2022.

Os funcionários querem saúde e bem-estar. De acordo com um relatório da Gallup, o burnout torna os funcionários 2,6 vezes mais propensos a deixar o emprego.“Employee Wellbeing Starts at Work”. Gallup, julho de 2022. E o problema pode estar piorando. A covid-19 e a nova realidade do trabalho remoto tornam o bem-estar e a saúde mental dos funcionários ainda mais críticos hoje em dia, de acordo com o Fórum Econômico Mundial. “Workers say they want even more well-being support now than during the pandemic”. Fórum Econômico Mundial, setembro de 2022. Os funcionários esgotados querem mais apoio, incluindo serviços de saúde mental, mas apenas um terço das empresas dizem que oferecem esses benefícios extras. Ibid. Fórum Econômico Mundial.

Reduzir o burnout pode ser benéfico para pessoas e empresas. Oferecer horários e locais de trabalho flexíveis, além de benefícios como suporte à saúde mental, pode ajudar os funcionários a gerenciar o equilíbrio entre vida profissional e pessoal e atender às demandas do trabalho.

Os funcionários querem conexão humana. Como resultado da pandemia e da transição para o trabalho flexível, 65% dos funcionários agora dizem que se sentem menos conectados a seus colegas de trabalho. Essa desconexão é um dos principais impulsionadores da rotatividade voluntária, custando às empresas americanas até US$ 406 bilhões por ano.“How Leaders Can Build Connection in a Disconnected Workplace”. Harvard Business Review, janeiro de 2022.

Uma maneira das empresas lidarem com a desconexão é promover parceria e conexão significativa no trabalho. Embora o vídeo não seja a solução perfeita, estudos comprovam que isso promove a conexão humana. Não deveria ser surpresa que as compras de webcams e o uso de videoconferências dispararam durante o covid-19. As pessoas buscavam uma forma de se conectar com os colegas enquanto trabalhavam remotamente.

Os funcionários querem um trabalho significativo. As pessoas encontram significado no trabalho de várias maneiras. Entre as mais importantes estão a conexão com os outros, um senso de propósito e a sensação de fazer parte de algo maior. De acordo com um relatório de 2021 da McKinsey, quando os funcionários consideram seu trabalho significativo, o desempenho melhora em 33% e eles têm 49% menos probabilidade de desistir.“Making work meaningful from the C-suite to the frontline”. McKinsey & Company, junho de 2021.

Os líderes empresariais visionários entendem isso de maneira intuitiva. Eles sabem que pessoas inteligentes e talentosas não se contentarão com modos de trabalho ultrapassados. Para manter os funcionários engajados, os líderes devem criar uma experiência significativa que envolva propósito e conexão.

Por que a conexão e a colaboração dos funcionários são ainda mais importantes em um mundo híbrido?

O trabalho remoto apresenta novos desafios quando se trata da experiência do funcionário e do resultado do trabalho. Os funcionários querem coletividade, um sentimento de conexão humana e compromisso compartilhado. Estudos mostram que funcionários que têm um forte senso de comunidade permanecem em seus empregos por mais tempo.

Também vemos que cada vez mais, líderes empresariais reconhecem que a experiência do funcionário é uma prioridade e que investir em infraestrutura de trabalho híbrido é essencial para a produtividade.Uma pesquisa recente da Gallup diz que 51% dos entrevistados citaram maior produtividade como uma vantagem do trabalho híbrido. Apenas 15% disseram que era uma desvantagem. “The Advantages and Challenges of Hybrid Work”. Gallup, setembro de 2022.. Os líderes estão analisando cuidadosamente áreas como tecnologia de videocolaboração e planejamento de espaço para garantir que os funcionários possam se conectar, colaborar e contribuir de maneira significativa.

 

Como tornar o escritório um ambiente onde as pessoas gostem de trabalhar?

À medida que os líderes empresariais consideram sua estratégia híbrida, muitos estão repensando o objetivo do escritório. O escritório tradicional, que foi projetado essencialmente como um chão de fábrica com base no modelo industrial, geralmente não é a melhor maneira de atender aos funcionários da atualidade.

Hoje, os escritórios estão se tornando espaços para as pessoas se encontrarem e colaborarem presencialmente quando for necessário. Para determinados tipos de projetos, responsabilidades e tarefas, reunir-se pessoalmente em uma sala de reunião é mais eficiente e eficaz do que tentar coordenar tudo remotamente. Além disso, a socialização cria um sentimento de união e pertencimento, o que fortalece o compromisso com a equipe e a empresa.

“Durante e logo após a pandemia, a presença no escritório tem se baseado na necessidade. Os escritórios não são ‘centros de produtividade’, mas locais para engajamento, colaboração e criação de laços equilibrados pela produtividade e eficiência do trabalho remoto.” Frost & Sullivan “Post-pandemic Growth Opportunity Analysis of the Meetings Market”. Frost & Sullivan, junho de 2020.

Se o objetivo principal do escritório é promover a colaboração e a conexão, as organizações devem otimizar o espaço e a função. Para isso:

  • Crie escritórios que estimulem a flexibilidade, principalmente espaços de reunião e zonas de colaboração em grupo.

  • Busque o conforto. Pense em espaços abertos mais descontraídos em vez de cubículos, para gerar conexão entre os funcionários. 

  • Equipe todos os espaços de trabalho com vídeo para que os funcionários possam se conectar facilmente, não importa onde estejam.

 

Layout de escritório aberto com equipamento de videocolaboração

Nesse novo escritório, a videocolaboração será a norma, não apenas nas salas de reunião. Cada mesa, cada espaço, são boas opções para uma reunião agendada ou improvisada. O vídeo de alta qualidade é muito importante para permitir uma conexão autêntica para pessoas que precisam ou optam por estar remotas.

E isso é necessário para ambos os cenários: presencial e remoto. A equidade na reunião exige que todos os participantes sejam vistos e ouvidos nitidamente por todos os outros e tenham a oportunidade de contribuir. Uma colaboração bem-sucedida depende disso, embora a experiência do funcionário seja tão importante quanto.

Como investir no espaço de trabalho pessoal

Embora o trabalho agora esteja amplamente centrado na colaboração em equipe, sempre haverá a necessidade de produtividade individual. Os funcionários ainda precisarão de tempo e espaço para análise, escrita, criatividade, planejamento e ponderação.

Essas atividades exigem silêncio para eles se concentrarem,“The Immortal Awfulness of Open Plan Workplaces”. The New York Times, setembro de 2022. “Para fazer um trabalho criativo, a maioria das pessoas precisa ficar sozinha quando está desenvolvendo suas ideias. Depois, precisa de períodos de sociabilidade quando as está testando e então mais tempo sozinha para lapidá-las.” e o trabalho remoto costuma ser mais adequado para a produtividade individual. Essa foi uma das lições que muitas pessoas tiraram dos anos de pandemia, especialmente aquelas que nunca tinham trabalhado remotamente antes.

Infelizmente, também descobrimos que nossos escritórios em casa (ou espaços de trabalho pessoais) não estavam configurados para produtividade ou colaboração. No começo da pandemia, pegamos tudo o que podíamos de nossas mesas no escritório e montamos configurações de trabalho em casa que estavam longe de ser ideais. Trabalhávamos à mesa de jantar, que não era boa para a postura ou o bem-estar. Dependíamos de laptops que não eram projetados para ergonomia. Usávamos a câmera embutida do laptop e sofríamos com baixa qualidade de imagem, pouca iluminação e ângulos de câmera inconvenientes.

Imagine como os funcionários poderiam ser muito mais produtivos e felizes com uma configuração ideal para seu escritório em casa. É um passo rumo a uma melhor experiência do funcionário.

Funcionária em uma reunião por vídeo

Estamos resolvendo os desafios do trabalho híbrido

Na Logitech, estamos enfrentando esse momento com soluções para otimizar o trabalho híbrido para funcionários, técnicos de TI e líderes empresariais. Entendemos os desafios (e as recompensas) do trabalho híbrido. Por isso, temos um amplo portfólio de produtos para ajudar as empresas a se adaptar a esse novo jeito de trabalhar, criar reuniões mais equitativas, permitir que as pessoas se conectem e colaborarem e melhorar a experiência dos funcionários em casa e no escritório. 

Para ver como podemos ajudar sua empresa a otimizar o trabalho híbrido, visite https://www.logitech.com/business

 

PODE SER QUE VOCÊ TAMBÉM ESTEJA INTERESSADO EM

Revera Conference Room
Relatos de clientes

Revera Living Empowers Hybrid Work with Logitech

Get inspired by how Revera Living uses Logitech video collaboration solutions to power hybrid collaboration and virtual care across North America.
Representação gráfica dos produtos da Logitech para videoconferência
Insights

Quatro maneiras para que a equipe de TI aumente a produtividade em reuniões

Saiba como a equipe de TI pode gerar reuniões com foco e atenção usando tecnologia de colaboração otimizada para produtividade.
Profissional médico em frente ao equipamento de teleconferência
Insights

Seis elementos essenciais de TI para oferecer experiências ideais de assistência virtual

Leia este artigo para descobrir como decisões estratégicas de TI podem proporcionar experiências ideais de telessaúde para pacientes e profissionais de saúde.
Sala de aula com solução de videocolaboração
Relatos de clientes

Fundación Universitaria San Pablo CEU - Ensino híbrido

Saiba mais sobre por que a Universidade CEU escolheu usar câmeras e soluções de videoconferência Logitech para ajudar a atingir suas metas de modelo de ensino híbrido.
ícone de pesquisa

Procurar categorias:

CONECTE-SE