Artigo: Como as empresas podem atingir as metas de sustentabilidade | Logitech

PULAR PARA O CONTEÚDO PRINCIPAL
Pangea temporary hotfixes here
Pessoa usando acessórios sustentáveis para computador

“As empresas podem perceber o impacto positivo da área de TI e de softwares verdes com um ecossistema para colaboração das partes interessadas dentro da cadeia de valor e em conformidade com os princípios da área de TI verde.” – Ernst & Young

Em uma era de mudanças climáticas e insatisfação da opinião pública com a resposta do governo, as empresas privadas estão aproveitando a oportunidade para liderar questões de sustentabilidade e meio ambiente. Em parte, elas estão respondendo a clientes e acionistas que abordam cada vez mais esses tópicos.

Os clientes querem saber se as empresas das quais eles compram adotam práticas comerciais sustentáveis. Os acionistas estão analisando as políticas e os registros corporativos relacionados a questões ambientais, sociais e de governança (ESG, Environmental, Social and Governance). Como resultado, muitas empresas de grande porte, como a Logitech, agora publicam relatórios detalhados sobre seus esforços para apoiar as metas ambientais, sociais e de governança. Espera-se que todas as áreas da empresa contribuam para essas metas, incluindo a área de TI.

A área de TI sustentável, também conhecida como TI verde, é um conceito emergente para descrever “as iniciativas que a área de TI adota para ajudar a empresa a alcançar suas metas de ESG”.1 Os apoiadores da área de TI sustentável reconhecem que a equipe de TI contribui para o impacto ambiental de uma empresa, além de ser um parceiro importante na redução desse impacto.

Por um lado, a equipe de TI pode ajudar empresas a automatizar e digitalizar processos que reduzem o consumo de energia e o uso de recursos naturais. Por outro lado, essa eficiência operacional representa uma pequena parte da abordagem dessas questões. Para muitas empresas, a maior contribuição para o impacto ambiental não depende das operações internas, mas da cadeia de suprimentos.2

Com isso em mente, a melhor oportunidade para reduzir o impacto ambiental de uma empresa pode estar nas próprias decisões de aquisição. Já foi dito que “a maneira mais rápida de tornar a sua empresa verde é comprar de uma empresa que já é sustentável”.3 Para os líderes da área de TI, isso significa verificar a contribuição dos fornecedores e da cadeia de suprimentos, além de desenvolver uma estratégia para reduzir essas entradas.

Para alcançar uma área de TI sustentável, o foco deve ser as emissões do Escopo 3

Quando as empresas analisam a sustentabilidade e o impacto ambiental, geralmente o fazem por meio do registro de carbono ou da pegada de carbono. O registro de carbono é uma estrutura de métodos para medir e rastrear quanto gás de efeito estufa uma empresa emite.

Essa emissão de gases de efeito estufa é classificada em três tipos: As emissões do Escopo 1 incluem emissões diretas das instalações de uma empresa. As do Escopo 2 incluem emissões da geração de energia elétrica comprada pela empresa. Por fim, as emissões do Escopo 3 incluem outras emissões indiretas, como as de fornecedores.

Para a equipe de TI, as emissões do Escopo 3 devem ser um foco importante de sustentabilidade. Ao solicitar que os fornecedores meçam e informem de forma transparente o seu impacto ambiental, como a própria pegada de carbono e a contribuição de seus fornecedores, os líderes de TI podem comprar estrategicamente e, assim, apoiar as metas de sustentabilidade da empresa.

Um plano de ação para ter uma equipe de TI sustentável

Não se engane. Tornar-se uma empresa de TI mais sustentável não é simples. Isso requer um esforço significativo e um compromisso de longo prazo. No entanto, toda jornada começa com um passo na direção certa.

Etapa 1: Compreenda o impacto que a sua empresa causa atualmente. Isso significa medir o impacto das suas operações e o impacto da sua cadeia de suprimentos, incluindo toda a tecnologia comprada e fornecida para a empresa (como computadores, equipamentos de rede, periféricos e dispositivos para funcionários). Crie uma linha de base que você possa medir nos anos subsequentes para verificar se as decisões de compra estão reduzindo a sua pegada de carbono.

Etapa 2: Elabore um conjunto de requisitos ou orientações para decisões de compra. Priorize as oportunidades para reduzir as emissões do Escopo 3 por meio da avaliação e da seleção de fornecedores.

Etapa 3: Inclua, em solicitações de propostas (RFP, Request for Proposals), critérios para exigir dos fornecedores a divulgação dos registros e das práticas de ESG e sustentabilidade. Alguns critérios para avaliar fornecedores incluem:

  • Compromissos formais;

  • Esforços de sustentabilidade que incluam os ciclos de vida dos produtos;

  • Esforços com foco no meio ambiente e na sociedade

  • Histórico de impactos significativos;

  • Reconhecimento de terceiros.

Projeto de florestamento Qianbei

A Logitech investe no projeto de remoção de carbono, Qianbei Af Forestation Project na China, para apoiar a criação de novos depósitos de carbono.

Compromisso da Logitech com a sustentabilidade

Na Logitech, a igualdade e o meio ambiente são valores essenciais, e fizemos grandes avanços para garantir que sejam o foco de tudo que realizamos. A sustentabilidade é fundamental para todas as decisões de design, desde o momento em que as matérias-primas são adquiridas até o fim da vida útil de um produto. O nosso objetivo final é criar produtos que ampliem a capacidade humana e ajudem pessoas a atingir seus objetivos de uma forma adequada para as pessoas e para o planeta.

A nossa ambição é nos tornarmos pró-clima até 2030 para eliminar um volume de carbono maior do que o emitido. Mas, além de fazer promessas, estamos cumprindo o que prometemos.

O relatório anual de sustentabilidade mais recente da Logitech, denominado Relatório de impacto do AF23, marca o 15º ano de relatórios da empresa. Esse relatório reflete intencionalmente o nosso compromisso e abordagem ampliados para medir e compreender nosso impacto e progresso. A transparência é essencial.

“Como parte da nossa jornada de longo prazo em direção à meta pró-clima, o nosso 15º Relatório de impacto ilustra o progresso das nossas equipes (incluindo os nossos parceiros da cadeia de valor) na redução do carbono do ciclo de vida”, comentou Prakash Arunkundrum, diretor de operações da Logitech. “Há muito trabalho a ser feito, mas o futuro que queremos é possível, e o caminho a seguir é claro.”

Como empresa movida pelo design, percebemos que as melhores oportunidades para reduzir o impacto ambiental e aumentar o impacto social surgem no início do processo de design, quando as principais decisões sobre um produto são tomadas. De fato, a origem e a fabricação de materiais, componentes e produtos são responsáveis por mais de 50% do nosso impacto total. Portanto, redefinimos o nosso processo de desenvolvimento de produtos para design para sustentabilidade (DfS, Design for Sustainability).

Design para sustentabilidade significa considerar a sustentabilidade como parte de cada decisão de design. Não é uma consideração posterior. As nossas equipes internas de design e engenharia podem analisar os impactos. Consideramos todo o ciclo de vida dos nossos produtos, além do design, para que haja baixo impacto de carbono e alta reciclabilidade.

“Os nossos compromissos e ações são baseados na compreensão do nosso impacto”, comentou Robert O'Masony, chefe de sustentabilidade e operações globais da Logitech. Ele também observou que continuam ampliando o conhecimento e a capacidade para serem responsáveis por todo o escopo desse impacto (climático, de biodiversidade e social, entre outros).

Entre as conquistas documentadas no Relatório de impacto do AF23 estão:

  • Certificado de carbono neutro em todo o portfólio de produtos e operações em toda a cadeia de valor e com foco em tornar-se pró-clima até 2030;

  • Excedemos as nossas metas de redução de carbono, energia elétrica renovável e métricas externas;
  • Redução superior a 56% das emissões do Escopo 1 e 2 e redução de 74% da intensidade do carbono desde 2019;
  • Redução superior a 21% das emissões do Escopo 3 da cadeia de valor desde 2021;
  • Agora, quase dois em três produtos (2:3), de todo o portfólio, usam plástico reciclado pós-consumo para reduzir o impacto de carbono e ambiental;

  • Mais de 50% dos novos produtos têm embalagens certificadas pelo FSC™ e 11% de todos os produtos da Logitech usam embalagens certificadas pelo FSC™;

  • 42% dos produtos da Logitech enviados em 2022 continham um rótulo de pegada de carbono do produto em comparação com 17% em 2021. Atualmente, estamos no caminho certo para que 100% dos produtos contenham rótulos de impacto de carbono até 2025;

  • Em todo o mundo, as instalações da Logitech operam com 94% de energia elétrica renovável.

Infográfico sobre princípios de design sustentável

Na Logitech, as equipes de desenvolvimento de produtos são guiadas por nossos princípios de design sustentável.

Reportamos todas essas metas e conquistas anualmente com o máximo de transparência possível. Recomendamos que você reveja o nosso compromisso, conforme documentado em nosso extenso Relatório de impacto do AF23. E convidamos você a trabalhar conosco para implantar uma área de TI sustentável na sua empresa ou organização.

1. A guide to sustainable IT (Guia para uma área de TI sustentável), Software AG.

https://www.softwareag.com/en_corporate/resources/it-portfolio-management/guide/guide-to-sustainability-in-it.html

2. How sustainable supply chains can unlock net zero emissions (Como as cadeias sustentáveis de fornecimento podem alcançar a neutralidade de carbono), Accenture, janeiro de 2022.

https://www.accenture.com/us-en/insights/supply-chain-operations/supply-chains-key-unlocking-net-zero-emissions

3. Atribuído a Ray Androide, ex-CEO da Interface, Inc.

https://www.epa.gov/sites/default/files/2021-01/documents/procurement_508.pdf

 

TALVEZ VOCÊ TAMBÉM ESTEJA INTERESSADO EM

Imagem dividida do quadro branco tradicional e do quadro branco virtual
Insights

Como adicionar conteúdo em quadro branco virtual às reuniões por vídeo

Como o pessoal de TI pode oferecer suporte à colaboração em equipe em espaços de trabalho híbridos? Saiba como uma câmera de quadro branco como a Logitech Scribe pode trazer o quadro branco virtual para reuniões em vídeo.
Benefícios de espaço de trabalho ergonômico
Insights

4 benefícios de um local de trabalho ergonômico para empregadores

Um local de trabalho ergonômico tem vários benefícios para os empregadores. Este artigo explora esses benefícios, afirmando por que os empregadores devem criar um espaço de trabalho ergonômico.
Videoconferências com Logitech MeetUp
Relatos de clientes

A Ray White Universal aproveita o MeetUp para o sucesso no mercado imobiliário

Leia o estudo de caso e assista ao depoimento em vídeo para saber como a Ray White Universal usa o Logitech MeetUp para aprimorar as transações imobiliárias.
Ferramenta de videocolaboração da Logitech
Relatos de clientes

Adoração virtual do Pura Aditya Jaya com a Logitech

Leia o estudo de caso e veja o depoimento em vídeo para saber como o templo Pura Aditya Jaya oferece atividades de adoração online usando as ferramentas de videocolaboração da Logitech.
ícone de pesquisa

Procurar categorias:

CONECTE-SE